Ad te omnis caro veniet

Nem sei como me interessa
o que resplandece nos instantes
as impressões difíceis que nos arrastam
as palavras que leio no escuro

Se um amor passa por nós
tão perto já de perder-se



José Tolentino Mendonça
De Igual Para Igual
Assírio & Alvim

2 comentários:

bruno sousa villar disse...

Feliz de te ter novamente por cá.

Pedindo perdão aos leitores pela mensagem pessoal, desejo-te um 2009
carregado de boas surpresas num plano
pessoal e " mal situado".


Beijo, cara colega

moriana disse...

Obrigada, Bruno :) Ausentei-me por uns dias e não cheguei perto de um computador. Registei, no olhar, apenas.

Gosto de surpresas, é certo, mas virão mesmo? As boas?...

Devolvo o mesmo desejo, caro colega.