Canção dos caçadores alpinos

Um cavalheiro a descer a rua
um cavalheiro a subir a rua
dois cavalheiros a descerem e a subirem
isto é, um dos cavalheiros desce
o outro cavalheiro sobe
mesmo em frente da loja de Hinderickx e Winderickx
mesmo em frente da loja de Hinderickx e Winderickx dos prestigiados chapeleiros
passam eles um pelo outro
um cavalheiro toma o chapéu alto na mão direita
o outro toma o chapéu alto na mão esquerda
e então tanto um como o outro cavalheiro
o da direita e o da esquerda o que sobe e o que desce
o da direita que desce
o da esquerda que sobe
ambos os cavalheiros então
cada um com o seu chapéu alto o seu próprio chapéu alto o seu pessoalíssimo chapéu alto
se cruzam
mesmo em frente da porta
da loja
dos Hinderickx e Winderickx
dos prestigiados chapeleiros
e então ambos os cavalheiros tornam
o da direita e o da esquerda o que sobe e o que desce
uma vez cruzados um com o outro
a pôr os seus chapéus altos na cabeça
entenda-se-me bem
cada um põe o próprio chapéu na própria cabeça
é o que lhes cabe por direito
é o que cabe por direito a estes dois cavalheiros



Paul Van Ostaijen
Uma Migalha na Saia do Universo
Antologia da Poesia Neerlandesa do Século Vinte
Assírio & Alvim, 1997

1 comentário:

Miguel Barroso disse...

Gostei do blog. E como se aprende aqui...




Abraços d´ASSIMETRIA

DO PERFEITO