Sei

Sei
ao chegar a casa
qual de nós
voltou primeiro do emprego

Tu
se o ar é fresco

Eu
se deixo de respirar
subitamente


António Reis
Novos Poemas Quotidianos
Porto [1959]

1 comentário:

Lua dos Açores disse...

Ando há anos à procura deste livro.

Abraço
Ana